Internato, a vida de Lucas. Cap 3

Conto de Gnomos como (Seguir)

Parte da série O internato, a vida de Lukas

Nesse capitulo ira aparecer um novo personagem que se chamara Felipe. Vizinho de quarto de Lukas e Matheus ele vai infernizar a vida dos personagens principais, mas o que ninguém sabe é que ele guarda um segredo. Ele é o típico valentetão que se acha o machão da historia, mas esse segredo abalara o internato inteiro que teme com suas “travessuras”.

Conto:

Estávamos nos beijando, nossa que boca gostosa o Math tem, sua língua percorria a minha boca, mas estranhei que ele começou a tremer -será que meu beijo e tão ruim- mas logo me dei conta que era o inicio de uma crise de pânico, era por causa da tempestade que ainda estava forte, mesmo com o beijo ele não deixou de perceber a tempestade, em poucos segundos ele estava em pânico gritando, foi ai que eu o abracei forte, mas com a crise ele começou a me morder e a me bater, mesmo assim eu não o soltei e segui dizendo milhares e milhares de vezes.

-Eu te amo, e não vou deixar nada te acontecer. Mas demorou, mas logo ele estava mais calmo e foi caindo levemente em meus braços.

No outro dia:

Eu estava preocupado, pois já era 10 horas da manha e ele ainda não havia acordado em alguns minutos o escuto.

Math: Lukas?

Lukas: Meu anjo, finalmente acordou esta sentindo alguma coisa?

Math: Não, não estou, mas me responde, fui eu que fiz essas marcas em você. Falou se referindo as mordidas e arranhões da noite anterior.

Lucas: Foi sim, mas eu te agarrei, não foi culpa sua.

Math: Eu sou um louco, eu machuco as pessoas. Falou começando a Chorar.

Lukas: Calma, você não e louco, e mais logo vamos sair desse lugar e vamos procura ajuda e eu estarei junto com você, sem me importa em levar mordidas, ou socos, porque eu te amo.

Math: Tem certeza que pode amor alguém como eu?

Lukas: Para de falar essas bobagens, vou te provar que eu te amo. Falei já pulando na cama e dando um beijo, dessa vez sem tempestade para nos atrapalhar. Passei a mão pelo seu corpo, mas ele tirou.

Math: Calma, e muito cedo para isso, principalmente nesse internato de merda.

Lukas: E verdade, espero que esses anos passem de pressa.

E assim foi Lukas e Matheus logo completaram 15, 16, e 17 anos. Nesse tempo eles estavam muito mais próximos, dormiam abraçados e ficava o tempo todo juntos, mas chegou o ultimo ano deles no internato, eles estavam no terceiro ano do ensino médio e logo suas famílias iriam voltar para leva-los para casa, coisa que infelizmente não iria acontecer com os dois.

Lukas: Amor, amor acorda, finalmente chegou 2010 (ano que vai se passar a nova faze da serie) nosso ultimo ano de escola e ultimo nesse internato.

Math: Verdade moh, finalmente vamos sair desse lugar em breve.

Lukas: Em breve estaremos livres para, espera uma coisa, não temos mais famílias ninguém nos quer por perto, para onde vamos, não temos para onde ir.

Math: Verdade não tinha pensado nisso. O que vamos fazer, temos que ver isso temos apenas um ano aqui no internato.

Lukas: Vamos pensar com calma, iremos encontrar uma solução, falei o beijando, um beijo rápido.

Eis que abre a porta, por sorte não estávamos nos beijando.

Felipe: Humm, o que os dois viadinhos estão fazendo.

Lukas: Olha que você chama de viado aqui.

Felipe: O que vai encarar. Eu te arrebento essa sua cara, viado escroto. Falou saindo do quarto.

Math: Esse cara se toca mesmo.

Lukas: Garanto que ele fico assim por falta de atenção de sua mãe. Falei trancando a porta.

Math: Talvez, mas não duvido que ele tenha sido sempre assim.

Lukas: Vamos esquecer o Felipe e vamos ar mais uns beijinhos. Falei literalmente engolindo a boca do Math.

Sei que o capitulo de hoje foi pequeno me desculpem escrevi muito às pressas, mas ai esta ele. Queria perguntar a vocês o que acham de eu adicionar as narrações próprias década personagem, Bjs comentem o que acharam do conto e a resposta da minha pergunta.

Comentários

Há 0 comentários.